sábado, 11 de setembro de 2021

Dr. Niele é um dos médicos de destaque no Médio Mearim.





Poção de Pedras hoje é uma cidade, cheia de intelectuais e estudiosos que se destacam em diversas áreas em todo o Maranhão, dentre eles está em destaque o mais novo médico da cidade, Dr. Niele. O Jovem médico é um menino lutador, que apesar das dificuldades, conseguiu vencer na vida e hoje é uma referência de médico em todo o Médio Mearim, sempre se inspirando no seu maior ídolo, o grande médico Dr. Ademar. 

Abaixo fica um texto escolhido a dedo, não só para Dr. Niele, mas também para os demais médicos Poção-pedrenses, que se sacrificam para o bem-estar de todos nós. 


 Nas horas "mortas" da madrugada, enquanto a imensa maioria dos cidadãos usufrui de seu merecido repouso, alguns velam a madrugada, num combate feroz contra a dor, a morte e o sofrimento.


Em meio a gemidos, reclamos, desespero e agonia, exercitamos o duro ofício de oferecer remédio, alívio, resgate e, quando necessário, consolo.

Pagamos um preço elevado: envelhecemos mais cedo, nosso sono é desregulado, a alimentação desregrada, o estresse elevado. Nossas familias se privam de nossas presenças, nossas camas ficam vazias. Ostentamos elevados índices de distúrbios orgânicos e emocionais pelo rigor de nossas batalhas.

Mas escolhemos este caminho por amor à vida. Sabíamos que seria difícil e desgastante. E, embora alguns destoem de nossos ideais e nos envergonhem com suas posturas e condutas, a esmagadora maioria luta suas pelejas com devoção e dignidade.

Embora soubéssemos que seria um árduo caminho, não tínhamos consciência plena de que também sofreríamos com a incompreensão e ingratidão de muitos, e tampouco poderíamos, nem em nossos piores pesadelos de jovens idealistas, imaginar que seríamos alvos preferenciais de uma terrível campanha ideologicamente concebida e orquestrada, com o único objetivo de nos desmoralizar e demonizar frente àqueles que precisam de nosso trabalho.

Mas continuamos, apesar de tudo, acreditando na importância e beleza de nosso ofício, e vencendo a maioria das batalhas contra as doenças e as mortes evitaveis. E continuaremos a nos emocionar com uma vida salva, uma dor aplacada ou mesmo com a dor da perda por parte de um completo estranho.

Continuaremos, todos os dias e o dia todo, em prontidão para combates que nunca são simulados, e faremos o melhor que pudermos.

Não, não somos nem deuses e nem semi-deuses. Somos pais, mães, filhos e filhas, cidadãos, gente, seres humanos. Precisamos de descanso, de compreensão, de apoio. Precisamos de dignidade para trabalhar com a plenitude de nossas capacidades. Podemos errar, mas nunca por ser esta nossa intenção, mas porque nosso trabalho nos dá, às vezes, uma janela de poucos minutos ou mesmo segundos para tomar decisões gravíssimas.

E, quando ouvimos um agradecimento ou um gesto de reconhecimento, cada vez mais raros nestes dias de valores corrompidos e distorcidos, sentimos que tudo valeu a pena.

Um comentário:

Anônimo disse...

Rogério, voce sabe dozer qual o período que os filhos do Tibá já tão? Faz tempo que saí do Poção, mas vi dizer que eles fazem medicina também, não conheço a menina só conheço o Junim.

Postar um comentário

Poção de Pedras: Homem atira contra seu próprio irmão no Povoado Canudos

   O Blog das Lobas foi informado de uma tentativa de homicídio pela manhã no Povoado Canudos, Poção de Pedras, moradores contam que um home...