terça-feira, 21 de julho de 2020

Poção de Pedras: Oposição não cansa de passar vergonha...




Depois de muitas tentativas frustradas de animar o restinho do povo da oposição, os meninos do escritório do ódio apelaram para uma pesquisa, que nem seus eleitores conseguiram acreditar e passaram o maior vexame em uma tentativa de juntar pessoas para fazer um buzinaço.


A primeira ideia era tentar calar os apostadores com a aposta de um caminhão Lereu do Pré-candidato Casa Rachada, só que o tiro saiu pela culatra e os mesmos recuaram da aposta com Adônias, querendo guardar apenas os documentos. Depois Ezom fez do jeito que eles queriam e casou o documento de seu lindo carro. Minutos depois a oposição veio com uma história de uma multa de 5 mil reais para quem quisesse desistir. Ezom não aceitou e obrigou o Casa Rachada a apostar.

 A segunda ideia era convencer seu povo que estavam disparados na frente com quase quatro mil votos de diferença, através de uma pesquisa da BMO. Só que mais uma vez a macaca piou, os eleitores da oposição começaram foi a aderir para o lado de Cascaria, pois nem eles acreditavam nessa pesquisa.



 A terceira tentativa foi soltar fogos, liberar cerveja, carne e fazer um grande buzinaço, mas outra vez passaram vergonha com apenas seis motos e dois carros (um dos carros era o carro de som).



 Foram pro Nilsmar e nada do povo chegar. Foram pro Jocélio e a coisa piorou. E por fim pra rua Sarney, onde teve até choradeira de alguns eleitores da oposição.

Os eleitores da oposição se calaram geral, nem em grupos de Watsaap se falam mais nessa pesquisa. A vergonha foi tão grande que até o fogueteiro e o locutor choraram procurando pelo povo.

" Blogueiro sou oposição e não abro, mas meus candidatos apelaram, era pra botar ganhando pelo menos com 5%, ou empate. Agora ganhando com 4 mil votos é pensar que somos bestas ou otários." disse M. M.

Quem estava animado era os apostadores da Situação. Edmilson do Bar se preparou logo com 50 mil, mas nenhum eleitor da oposição passou nem por perto de sua palhoça.

Nenhum comentário:

Postar um comentário