sábado, 28 de setembro de 2019

POÇÃO DE PEDRAS: A TRISTE REALIDADE DA OPOSIÇÃO


Poção de Pedras hoje é praticamente uma cidade sem oposição. Sem ao menos o prefeito lançar seu pré-candidato a prefeito nas próximas eleições, assim mesmo a oposição está por baixo e no desespero, pois seu candidato não decola.



Visitaram todos os interiores já fazendo política e agora estão desesperados na sede, enquanto isso o Homem de ferro fica na dele só espiando, para depois ensinar novamente como se faz política. Já divulgaram o candidato e nada do povão aparecer e se empolgar, já fizeram um segunda festa com muita divulgação, carne e cerveja dobrada, e mesmo assim não conseguem nem lotar a casa do pré-candidato.

Até nas pesquisas deles, os mesmo estão perdendo para o somatório dos candidatos da situação.

 Pra terminar de matar, veio Dr. Bandeira, Joaquim Filho ea família Elói, Macedo, Euras Bar, Professora Dalvanir e outros, para o desespero maior da oposição.

Já que não conseguiram convenser ninguém, agora vão tentar apelar até pra uma cavalgada convocando inúmeras comitivas da região, mas mesmo assim o povo criou refugo de certos líderes sem crédito da oposição.

Todo dia é um pula pula danado, e um agunia imensa pelo lado dos opositores. Fofocas nós quatro cantos da cidade, que já estão querendo mudar o candidato. Mal sabem eles que brevemente estão perdendo um grande aliado para terminar de enterrar quem nunca este vivo.

" Caro blogueiro, é notório que ninguém aqui é besta, não tem como Jhulio decolar. Sou oposição, mas o processo político foi antecipado, e isso nao é bom. O prefeito nunca se mexeu, nunca nem lançou o candidato dele. Estamos trabalhando mal, e temos que mudar urgentemente o candidato ou então vamos perder mais uma, e digo mais, com muita facilidade. Política não e uma brincadeira, pra arriscar faltando mais de ano. Que Jhulio agora assuma a responsabilidade e segure os pepinos, pois acredito que as coisas estão de mal a pior" disse um pré-candidato da oposição que não quis se identificar.
E agora José? Parece que o arroz acabou e a casa caiu...

Nenhum comentário:

Postar um comentário