quarta-feira, 26 de junho de 2019

PARABÉNS ESPERANTINÓPOLIS...

A Terra da Esperança virou realidade



 E de repente.....Aquela cidade que encontrava-se destruída e em ruínas, passou a ser um canteiro de obras.



 E de repente.....os funcionários públicos que não tinham mais crédito no comércio, passaram a ser disputados.

 E de repente...o Palmeiral que vivia na poeira ou na lama, passou a ser asfaltado.




 Novos tempos, anos difíceis e períodos de crises pedem um prefeito de pulso e preparado, nada de demagogia rasteira ou populismo barato, nada de prometer o que não se pode cumprir, frustrando expectativas. Governar com responsabilidade e compromisso é mostrar que é possível fazer o necessário com poucos recursos.

 Para o Prefeito Aluisinho, a Esperança não é a última que morre, mas a primeira que nasce quando tudo parece perdido e sem solução. 

Nesses 65 anos de idade, Esperantinópolis mostra maturidade e serenidade de um senhor com cabelos brancos, mas com a vitalidade de um jovem que ainda tem muito potencial a mostrar, como diz os versos do poeta Raimundo Corrêa no poema Sinos de Novembro: (...) A cidade a mim se dá, sorriso de um bom menino!

Nenhum comentário:

Postar um comentário