sexta-feira, 28 de junho de 2019

O voto em Berebô é o voto de protesto ou o voto consciente?




 Toda eleição é assim: aparece alguém que surpreende e mesmo sem eleger-se tira uma votação considerável sem gastar nada. Em 2012 foi Jerlândia da Hora; em 2016: Ray Silva e 2020 é a vez de Berebô.


 Ele é o reflexo do poção-pedrense raiz: humilde, brincalhão e se não bastasse isso tudo tem a força do povo evangélico do seu lado e um nome que pega fácil e fixa no inconsciente como música chiclete.

 Enquanto todos estão olhando quem ganha a enquete, ele vem surpreendendo e deixando candidatos mais experientes comendo poeira. 

Acho que os políticos estão fazendo uma avaliação errada da campanha: estão deixando o Berebô solto.

 Resta saber se depois dessa enquete, ele ganhará forças e ânimo para enfrentar a campanha ou vai ser seduzido e cooptado a ser o Vice na chapa de alguém.

 O futuro dirá.....

Nenhum comentário:

Postar um comentário