segunda-feira, 18 de março de 2019

Cascópolis ou Cascolândia ?


Casca de aroeira, cura toda inflamação.
Casca de babaçu, entra em combustão quando se faz carvão.

 Casca de laranja é bom pra digestão.
 Casca de ferida é pra quem se ralou no chão.
Casco de Cerveja é quebrado em confusão.
Casquinha de caranguejo é prato fino que se pede.
Casco de Jabuti é carapuça que proteje.
Na Casca do alho, ele é passado e não fede.
 Sorvete sem Casquinha, derrete e perde o sabor.
Oposição lisa e desunida, pega um Cascudo, que horror!
 Cascavel tem veneno forte, mais também tem banha que cura.
 Cascata é queda d’água que tanto bate até que fura.
 Castanha do Pará, da sustança e fortifica.
 Castanhal formou o caráter, de quem administra.
 Não queremos um Prefeito fraco, frágil como Casca de ovo, queremos um Casca grossa que não escorregue em Casca de banana e que governe para seu povo.
Cascaria era sinônimo de bagunça e confusão. Até aparecer quem quebrasse o Tabu e conseguisse a reeleição.
Não caia em Cascata e na Loba da oposição.
Cascaria só tem um, o original é do Poção, vai eleger seu sucessor, chegará a Governador e Presidente da Nação.
Bolsonaro tome cuidado, pois o Lula já está preso, mas tem um candidato aparecendo com carisma e sem defeito.
Se tu brincar e vacilar ele vai te derrubar e Brasília terá um homem de fibra e respeito. Não sei quem é Graciliano, Gonçalves Dias ou Jorge Amado.
Tão pouco reconheço: Machado de Assis, Lispector ou Lobato.
Sou da roça, tenho calos nas mãos e bicho de pé, por isso meu ídolo é a Literatura de Cordel de Patativa de Assaré.
Remova essa CASCA e apenas RIA.

Nenhum comentário:

Postar um comentário