quarta-feira, 13 de março de 2019

A Política imita a Matemática 



Enquanto a oposição percorre os catetos em busca de apoios, a situação corta caminho pela hipotenusa e chega primeiro.

Enquanto a oposição tenta conquistar eleitores em Progressão Aritmética, a Situação consegue em Progressão Geométrica.


Enquanto a oposição tenta ganhar espaço bidimensional, agindo em área, a situação já ocupou o volume tridimensionalmente.

Enquanto a oposição perde votos diretamente proporcional à sua perda de aliados, a situação ganha em tamanho, inversamente proporcional ao que perde em rejeição.

Enquanto a oposição é um conjunto interseção de egos, a situação é um conjunto união em ações.

Enquanto a oposição procura recursos para bancar sua campanha e só encontra minuendo, subtraendo, dividendo e divisor, a situação está preparada a muito tempo com um coeficiente multiplicador.

 Enquanto a oposição cobra juros de seus poucos aliados, a situação distribui dividendos aos seus.

Enquanto a situação só consegue formar um conjunto vazio ou irracional, a situação é um conjunto de números reais e racionais.

Enquanto a oposição visita um raio de um bairro, a situação já percorreu todo seu diâmetro.

A oposição está confusa como um logaritmo de base 10 e cresce tanto quanto o dobro da metade enquanto isso a situação cresce de forma exponencial elevada a décima potência.

Enquanto a oposição é uma equação química de análise ou decomposição a situação é uma reação química de síntese ou adição. Ah! mais aí já é outra matéria no mesmo assunto.

Deixaremos para depois então comparar a Política com a Química.

Nenhum comentário:

Postar um comentário