quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

POLÍTICA: DIAGNÓSTICO DOS PRÉ-CANDIDATOS DE POÇÃO DE PEDRAS

           COLUNA ZEZIN RUBRO-NEGRO

Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come

Como uma aldeia, onde tem mais caciques do que índios ou em um Churrasco com mais farinha do que carne. Poção ultimamente tem havido mais candidatos que eleitores. PINTOs não viraram galos, ou melhor : viraram Chester que só aparecem de Natal em Natal e desaparecem sem dizer de onde vieram e qual sua origem. FONTES SECAram antes mesmo do inverno. Aparecem um aqui, outro ALI a SOMbra do Prefeito. LEÃO que só ruge na Semana Santa . Vereadores que não dão assistência nem no carnaVAL NEYm nas férias de JHULIO. De repente aparece um que CAIU de paraquedas nas graças do povo. No Poção é assim: não basta ter dinheiro, tem que parecer que tem, pra ser visto como bom candidato. Ninguém quer saber do passado, da origem do dinheiro, do comportamento Social e Familiar do Cidadão. A pergunta é uma só: ”Tem dinheiro pra enfrentar a Política?” Se a resposta for afirmativa, já leva vantagem. Desconfio que isso seja um dos fatores que levam a política ao descrédito. As boas pessoas se afastam dela. Geralmente pedimos mudança, com razão! Mas temos que ter em mente que mudar não necessariamente é pra melhor e que a vontade da maioria é soberana, mas foi essa mesma maioria que escolheu Barrabás em detrimento do Messias. Ou seja, a Democracia tem que ser respeitada mas nem sempre a maioria está certa. Por isso, temos que ter cuidado pra não sair do : ”Se correr o bicho pega e se ficar o bicho come “ para o: ”Quanto mais meche, mais fede."

Créditos: Dr. Nelson Jonas 

10 comentários:

Anônimo disse...

Esses textos são melhores que o do Carlinhos do Blog. O cara é fera

Anônimo disse...

Só li verdades nesse texto, o cara é fera .

Anônimo disse...

Corretamente! Este testo visionário aparando-se, de toda a virtude que vivenciamos no dia a dia de Poção mostra como "nós" a grande maioria só sabe reclamar quando o rio "enche" e as margens transbordam causando efeitos danosos a comunidade. Tem de vista que, a cada eleição os velhos princípios para avaliar um candidato permanecem no fundo do poço. Tem gente boa na política, tem até quem der o que não tem coletivamente para ajudar a população. Tem vereador em Poção que a casa nem onde sentar tem, mais não falta a acolhida e a prestação de um braço amigo. Mesmo sendo sobrinho de barbas da politica poçopedrens.Ae te pergunto onde ta o reconhecimento por parte da população em avaliar um cara assim? Quem perfil sera ideal para servi este povo?. Como se ouve sem querer, dizem outros, que até ele é pré-candidato com apoio da família que mais a frente desidira o nome do mesmo ou outro ja cotado. Em fim vai que meu voto é teu cara.

Anônimo disse...

Nunca havia pensado assim, mas sabe que o texto só fala verdades .

Anônimo disse...

Rogério meu ídolo, fiquei fã do seu blog por textos como esse

Anônimo disse...

Achei curioso a imagem da matéria: dois personagens calam a boca de outro e disfarça com sorrisos. Tem um ai desses frangos que CAIU de paraquedas que FALA DEMAIS e, quando fala pouco, diz merda.
E isto não sou eu quem diz, é o povo na rua: o dito cujo não tem piscicologico pra aguentar o desgaste de uma eleição poçãopedrense.

Anônimo disse...

resumiu a politica do poçao em poucas palavras

Anônimo disse...

será se posso compartilhar esse texto

Unknown disse...

Só agora tô vendo o quanto esse povo é besta

Anônimo disse...

Esse caiu é um picareta o pai dele está com depressão pois ele deu um golpe no pai dele.Ele é um liso quer saber quem é ele venha aqui na fortaleza.

Postar um comentário